Compondo a alegria existente no universo.

domingo, 1 de março de 2015

MAR DE MINAS



Tua água navegável
Os teus portos sempre firmes,
Tuas viagens são tranquilas
Tuas praias inesquecíveis.

A carranca abre o caminho
De belezas naturais,
Calmo, doce  e profundo
É o mar de Minas Gerais.

Logo ali fica as salinas
E ali pescadores em alto mar,
Aqui nunca fica sem-peixe
E o fervedouro é pra lá.

Lindas águas das veredas
Desembocam nesse mar,
E o fruto dos seus buritizeiros
É sobremesa no jantar.

Portos, pontes e rochedos
O caminho é assim,
E até mesmo na Espanha
O mar de Minas não tem fim.

Belas e altas cachoeiras
Igarapé e ribeirão
Várzeas, córregos entre rios
No grande mar todas cairão.

Tuas águas são compridas
São vermelhas e formosas
Onde os patos, peixes e lontras
Nadam ou fazem a desova.

Tuas lagoas são tão calmas
Onde o mar é sua paisagem,
A água boa dos teus poços
Te convida a essa viagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva Sua Mensagem Ou Deixe Seu Recado. No Quadro Abaixo ▼

Comentários

SoundCloud

Accordion
</!doctype>

Sobre nós

Deivid Borges

Professor de informática e escritor, Deivid Borges nasceu em 1994 na cidade de Januária-MG e cresceu em um lar cristão de visão criacionista. Analista de Sistemas e adora praticar vários hobbies. Trabalhou com orientações nos lares para o SELS – Serviço Educacional Lar & Saúde – e na internet como programador, blogueiro. Iniciou seus primeiros escritos ainda no ensino fundamental. Se você gostou e quer saber mais visite o blog: http://www.kdeividborges.blogspot.com.br.




Destaques

Entrevistas Livros Músicas Projetos Desafios Entrevistas Livros Músicas Projetos Desafios Entrevistas Livros Músicas Projetos Desafios

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *