Últimas Notícias

Paradoxo



Paradoxo

Estou Patro-Citiado,
É patrocínio por todos os lados... 
E até mesmo em Diamantina
Não existem tantos Montes Claros! 

Passei em Curral de Dentro
E deixei aberto uma Porteirinha
Saiu boi igual Formiga
Com sininho e Ladainha... 

Na Capelinha apagam a Luz?! 
Roubaram as Pedras de Maria da cruz!!! 
Pedra Azul e Ouro Preto
Da Princesa Januária
Cássia decifra o roubo:
_Tragam um Juiz de Fora pra área! 

E fizeram um juramento
Pra seguir aqueles passos
Só acharam ouro branco
E dois riachinhos calmos... 

Presidente JK e Governador Valadares,
Com duas cartas na Manga 
Umas Sete Lagoas foram pros ares... 

Fizeram um Ribeirão das Neves
Só com a Lagoa dos Patos de Minas... 
E as outras seis um Mar de Espanha,
Pra cair na Veredinha
Pontiaguda e Espinosa
Que desaguam nas Salinhas. 

Lá pegaram umas Momonas
E venderam à Teófilo Otoni 
Que avista duas mulheres
Em um Belo Horizonte. 

Dona Euzébia e Cristina
Vendem caldos no mercado
Caldo de galinha, caldo de cana,
Caldas Novas e Poços de Caldas... 

Entregariam ao Guarda-Mor
As Momonas que haviam guardado
Elas iam pro Comercinho
Clandestino da cidade. 

Mas à perderam num Florestal
Perto da Fronteira dos vales
Onde a Luz era abundante,
Igarapé e Pequi no monte
Onde a boiada de Rodeiro
fez o claro virar preto.

Quando escutei os Tiros
Do Guarda-mor,
Abri a porteira do ribeiro
Tombos eu levei... 

Mas Cássia viu as maravilhas
Das Momonas que escondia
As pedras preciosas do dia
Que também eram de outras Três Marias.



Nenhum comentário

Escreva Sua Mensagem Ou Deixe Seu Recado. No Quadro Abaixo ▼