Últimas Notícias

Mineiradoxo


Estou patrocitiado,
É patrocínio por todos os lados...
Até mesmo em Diamantina
Não existem montes claros...
Passei em Curral de Dentro
E deixei aberto uma porteirinha
 Saiu boi igual formiga
Com sininho e ladainha...

Na capelinha apagam a luz?!
Roubaram as pedras de Maria da cruz!!!
Pedra azul e ouro preto
Da Princesa Januária
Cássia decifra o roubo:
_Tragam um Juiz de fora pra área!

E fizeram um juramento
Pra seguir aqueles passos
Só acharam ouro branco
E dois riachinhos calmos...

Presidente JK e Governador Valadares,
Com duas cartas na manga
Sete lagoas foram pros ares...
Fizeram um ribeirão das neves
Só com a lagoa dos patos de minas...
E as outras seis um mar de Espanha,
Pra cair na veredinha
Pontiaguda e espinosa
Que desaguam nas salinhas.

Lá pegaram umas momonas
E venderam à Teófilo Otoni
Que avista duas mulheres
Em um belo horizonte.

Dona Euzébia e Cristina
Vendem caldos no mercado
Caldo de galinha, caldo de cana,
Caldas novas e poços de caldas...

Entregaram ao Guarda-mor
As momonas que haviam guardado
Elas iam pro comercinho
Clandestino da cidade.

Mas à perderam num florestal
Perto da fronteira dos vales
Onde a luz era abundante,
Igarapé e pequi no monte
Onde a boiada de rodeiro
fez o claro virar preto.

Quando escutei os tiros
Do Guarda-mor,
Abri a porteira  do ribeiro
Tombos eu levei...
Mas Cássia viu as maravilhas
Das momonas que escondia
 As pedras que também eram
De outras três Marias.

----------------------------

 © K DEIVID BORGES

Nenhum comentário

Escreva Sua Mensagem Ou Deixe Seu Recado. No Quadro Abaixo ▼